Acessos: 870621
Você Sabia?
 
Mês:
01 - 02 - 03 - 04 - 05
06 - 07 - 08 - 09 - 10
11 - 12 - 13 - 14 - 15
16 - 17 - 18 - 19 - 20
21 - 22 - 23 - 24 - 25
26 - 27 - 28 - 29 - 30

VOCÊ SABIA...que, no dia 28 de junho de 1903, nasceu, em Jardinópolis-SP, ANTONIO MARINCEK?   Em 1937, aqui em Ribeirão, tirou brevê, sob as ordens do instrutor Juvenal Paixão, então proprietário de uma escola de Aviação.  Nesse mesmo ano, fundou, em Uberlândia-MG, a Escola de Aviação Marincek, a primeira escola de aviação civil de Minas Gerais, instruindo centenas de alunos, dentre eles a esposa Antonia Mugnato Marincek (Antonieta), primeira mulher brevetada em Minas Gerais, bem como28/06/2017 os filhos. A sua foi considerada a “Primeira Família Aviadora do Mundo”, em 1.939. Seus filhos, Hélio e Homilton, foram considerados os menores pilotos do mundo, pois começaram a pilotar com 13 anos. Hélio Marincek foi o menino-prodígio da aviação brasileira. De certa feita, aqui em Ribeirão Preto, comemorava-se a “Festa de Aviação de Guatapará”, em homenagem ao famoso piloto português Gago Coutinho.  Antônio e Hélio a ela compareceram.  Além do homenageado, igualmente presentes estavam o primeiro instrutor de aviação para brasileiros, que foi o piloto norte-americano Orton William Hoover, e o jornalista Assis Chateaubriand, presidente dos Diários Associados. Gago Coutinho e William Hoover deslumbraram-se com as proezas do menino aviador. Por sugestão, e contando com o suporte de Assis Chateaubriand, proprietário dos “Diários Associados”, e que, na época, era mais poderoso do que Roberto Marinho, da Globo, Hélio, então com 14 anos, em voo solo no comando do avião Fairchild F.22 PP-TAY, no dia 12 de julho de 1939, partiu de Araguari-MG, e, depois, de pernoitar em Ribeirão Preto e São Paulo, no dia 14 chegou ao Rio de Janeiro, pousando no então Aeroporto do Calabouço, hoje “Santos Dumont”. O feito foi amplamente reportado pelos jornais dos Diários Associados e, no Rio, uma multidão recebeu o piloto-mirim, o qual desfilou pela cidade, tendo sido, inclusive, recebido pelas mais altas autoridades civis e militares, e pelo então Presidente da República Getúlio Vargas.  Na ocasião, o pai, Antonio Marincek, ganhou do Presidente Getúlio Vargas um avião para formação de pilotos (Com o tempo, Marincek acabou comprando a escola de Paixão, vindo a brevetar muitos alunos em Ribeirão Preto). Idênticas homenagens se seguiram em São Paulo, Ribeirão Preto e Igarapava, cidade natal de Hélio. Em reconhecimento a esse feito, Hélio e seu irmão Homilton foram contemplados com matrícula no Colégio Militar da então Capital da República. Hélio fez brilhante carreira na FAB, aposentando-se no posto de coronel-aviador, e Homilton formou-se em engenharia, tendo, com o pai, empreendido a construção, na Chácara da família, do Ipanema Clube, no bairro Campos Elíseos. Antonio Marincek faleceu em 02/05/1991, tendo sido homenageado pela COHAB-RP com o nome de um Conjunto Habitacional.